Biblioteca da Faculdade CDL

Biblioteca da Faculdade CDL

O Blog da Biblioteca da Faculdade CDL é um espaço destinado à comunicação da Biblioteca com os alunos e professores, onde é possível fazer postagens e comentários relativos a assuntos que envolvam, de alguma forma, a Biblioteca e o ambiente acadêmico em geral. O objetivo do blog é informar, registrar momentos e incentivar o gosto pela leitura e pela escrita.

sábado, 31 de maio de 2014

10 e-books gratuitos para empreendedores

capacitação 30/05/2014 10:57

Conheça a coleção lançada pela Endeavor para te ajudar a resolver os principais desafios de empreender




Fonte: EXAME.COM

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Maio se encerrando com muito movimento


Na última semana de maio, registramos movimento alto pela manhã com alunos estudando em equipe para a prova, funcionário, diretor e docente fazendo leitura corrente.





Biblioteca


quarta-feira, 28 de maio de 2014

Alunas do MBA Marketing e Gestão no Varejo visitam a Biblioteca


Contamos hoje com a presença das alunas Maricia e Milena, do MBA Marketing e Gestão no Varejo, que buscaram a Biblioteca com o objetivo de elaborar trabalho da disciplina de  Merchandising e Layout de Lojas, ministrada pelo Prof. Pádua.

As alunas pesquisaram em diversos livros e conseguiram concluir o trabalho. 

Registramos esse momento de pesquisa, leitura e produção acadêmica.



Biblioteca

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Alunos encantados com o Circuito Cultural Caminhos de Iracema

Alunos do Curso de Administração da Faculdade CDL ficaram encantados com o Circuito Cultural Caminhos de Iracema, que ocorreu no domingo 25/06.

Sadyla, Carla e Gilrerison visitaram a Biblioteca para conferir a matéria que veiculou no Jornal O POVO de hoje e comentaram a respeito.


"O tempo que estou estudando na Faculdade CDL vou aproveitar para participar desses passeios e conhecer mais da nossa história."
Sadyla Marques da Silva

"Vou aproveitar todas as maravilhas e oportunidades ofertadas pela Faculdade CDL. O Circuito Cultural Caminhos de Iracema foi maravilhoso!"
Carla Camila Andrade Fernandes

"Fico muito feliz com a ideia da Faculdade CDL em promover os Circuitos Culturais, porque conhecemos mais a história e nos leva a aprofundar o conhecimento, a partir da leitura de livros e matérias."
Gilrerison Moura Gomes


Biblioteca

Projeto visita a Fortaleza de José de Alencar

IRACEMA 26/05/2014

O projeto "Caminhos de Iracema" percorre espaços onde estão a Fortaleza de José de Alencar. Desde 2009, o percurso é realizado, indo de uma ponta a outra da Capital

Camila Holanda
camilaholanda@opovo.com.br

FOTO: TATIANA FORTES
Estátua de Iracema na lagoa de Messejana foi um dos pontos visitados
Fortaleza, em meio à bagunça do dia a dia corrido, tem uma memória tão desconhecida quanto óbvia. Ela está no Centro, na Praia de Iracema, na Barra do Ceará, em Messejana e em tantos outros espaços que escapam do circuito turístico de cidade litorânea. Basta um olhar mais atento, para perceber a literatura, a história e a cearensidade de José de Alencar nestes pontos da Cidade. Essa é a proposta do projeto “Caminhos de Iracema”, tocado ontem pela Faculdade CDL, e que percorre os registros de Alencar e sua Iracema fictícia, na Capital.
Um grupo de 48 pessoas fez pela manhã o percurso, que saiu do Centro da Cidade, cruzando Praia de Iracema, Beira Mar, Barra do Ceará e, por fim, Messejana, para conhecer teatro, praça, estátuas de Iracema, Forte de São Sebastião, sítio Alagadiço Novo (ou Casa de José de Alencar) e outros pontos relacionados à obra do autor.
“Moro no bairro Jacarecanga e tem muitos desses lugares que eu nem conhecia ou só ouvia falar. Morar em Fortaleza é assim e tem muita gente que nem sabe que esses lugares existem”, diz a estudante Mariana Mendes Ferreira, 18 anos, que acompanhou todo o trajeto do grupo.
A memória física de Fortaleza está esparramada em diversos pontos da Cidade, que vão de um extremo a outro. Ainda assim, ela é pouco enxergada e pouco valorizada. “A cidade não está aproveitando sua história como ela é. Os monumentos precisam ser mais visitados, os espaços históricos precisam ser mais frequentados”, observa o turismólogo Gerson Linhares, idealizador do projeto. 
Educação patrimonial
O ensino voltado para a compreensão do patrimônio histórico de um espaço ainda é algo que precisa ser modificado na base da educação brasileira. Segundo Gerson, a população não tem o entendimento da importância e da imensidão que há na história e, consequentemente, acaba por desvalorizar e negligenciar as memórias. “É na base da educação que é preciso trabalhar esse compreensão. Se isso acontecesse, não veríamos as estátuas de Iracema depredadas, por exemplo”. 

Em 10 de março deste ano, foi inaugurado, no espigão da rua João Cordeiro, o primeiro livro aberto do País, com toda a obra “Iracema” de José de Alencar. Os tótens onde estão as páginas do livro já foram pichadas, neste meio tempo. “É reflexo de como as pessoas veem esses equipamentos”, diz Gerson. 
Serviço
Informações sobre “Caminhos de Iracema”
Faculdade CDL: (85) 3464.5579
Site: http://www. faculdadecdl.edu.br 
Saiba mais
O projeto “Caminhos de Iracema” busca visitar tudo o que tem relacionado a José de Alencar e sua literatura em Fortaleza. O percurso sai da Faculdade CDL, no Centro e passa por diversos pontos: Theatro e praça José de Alencar, estátuas de Iracema, Cruzeiro de São Tiago, Forte de São Sebastião e Casa de José de Alencar.
No livro “Iracema” - que dá nome ao projeto -, o autor cita diversos locais de Fortaleza e do Ceará. Pensando nisto, Gerson Linhares, resolveu mostrar os pontos por onde andou José de Alencar - como Messejana, onde ele morou - fazendo um percurso para resgatar a história da Capital. O trajeto faz parte da programação do projeto “Circuito Cultural – Em cada lugar um pouco da nossa história”. 
Em Fortaleza há cinco estátuas de Iracema. As esculturas estão na Praia de Iracema, na Leste-Oeste, no Mucuripe, em Messejana, e no Palácio de Iracema.
Fonte: Jornal O POVO

Sejamos a pátria de chuteiras

por  Assis Cavalcante


Aproxima-se a realização de um dos maiores espetáculos da Terra: a Copa do Mundo. Neste ano, o evento ocorre justamente no país do futebol. Pela segunda vez na história, o Brasil sediará o torneio. Estima-se que mais de dois milhões de telespectadores voltarão seus olhos para nossa pátria, ávidos por notícias e por assistir ao espetáculo.

Somos conhecidos como um povo simpático e acolhedor por boa parte desse público. Alguns outros, não muitos, não sabiam sequer de nossa existência como nação. Mas, por razões de cunho político – algumas até procedentes, estamos permitindo que nossa imagem como país esteja sendo arranhada no exterior. Fato este negativo para o Brasil, tanto para nossa estabilidade democrática quanto para nossas organizações, sobretudo para as que atuam em âmbito internacional.

Nas décadas de 1970 e 1980, escutava-se muito que o Brasil era o país do futuro. Nesse momento em que temos a oportunidade de mostrar nossa cara para o mundo, não podemos nem devemos fazer feio. A Copa já está instalada. A Arena Castelão foi reformada dentro do tempo previsto, respeitando na íntegra o seu orçamento inicial. O Ceará demonstrou para o país e para o mundo sua capacidade de realização e que aqui temos respeito pela res publica.

Se o torneio fosse realizado em outro país, a essa altura já estaríamos crucificando e achincalhando o treinador. Nossas lojas, ruas e casas estariam enfeitadas de verde e amarelo. Das janelas dos prédios já tremularia o pavilhão nacional com seu lema “Ordem e Progresso”. O clima de Copa do Mundo estaria instalado.

A Copa está posta. Seja o evento ruim ou bom, já está preparado, não há mais volta. Os feriados já foram decididos. Só nos resta vestirmos a camisa da Seleção, pôr as bandeirinhas nos carros, enfeitarmos as praças e casas, calçarmos as chuteiras da dignidade, deixarmos as lideranças políticas de lado e sermos liderados pelos nossos ícones do futebol, como Pelé, Zico, Felipão, Rivelino e tanto outros. Sejamos todos técnicos da Seleção, torcendo juntos pelo hexacampeonato. Que sejamos novamente e com mais força a pátria de chuteiras. A Copa está aqui! Que, do alto dos prédios, gritemos com voz vibrante para que todo o mundo ouça: pra frente, Brasil!

Assis Cavalcante é advogado e lojista

sexta-feira, 23 de maio de 2014

TODOS CONECTADOS!

Faça sua inscrição na Oficina Interativa "Todos Conectados" e convide amigos para também se conectarem. A Faculdade CDL deseja todos conectados.




Biblioteca

Vestibular 2014.2 FACULDADE CDL

Não fique de fora dessa chance de fazer um curso superior em uma Instituição conceito máximo!

Vestibular 2014.2 na Faculdade CDL, em 08/06/2014. 

Cursos: 
Ciências Contábeis, Administração, Gestão Comercial e Marketing.























Biblioteca

quarta-feira, 21 de maio de 2014

Série aborda potenciais do Complexo do Pecém






INVESTIMENTOS

21.05.2014

Serão três tabloides, tratando do Cipp, da siderúrgica e dos desafios e projetos futuros para a região

Image-0-Artigo-1617497-1
A região em que o Complexo Industrial está instalado, abrangendo os municípios de São Gonçalo do Amarante e Caucaia, recebe equipamentos para ser a mais dinâmica do Estado
FOTO: DIVULGAÇÃO
As apostas e oportunidades do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), bem como os investimentos e avanços atraídos pelo equipamento na região em que fica instalado estão em pauta, a partir de hoje, na série "Elos do Pecém", veiculada pelo Diário do Nordeste. A publicação dá continuidade ao material produzido no ano passado, que apresentava o funcionamento do Cipp e os potenciais de crescimento que ele concentra.
Image-1-Artigo-1617497-1
O primeiro fascículo da série aborda o funcionamento do Complexo do Pecém e como ele evoluiu em um ano
Nesta edição da série, serão três fascículos com o objetivo de mostrar aos cearenses todas as oportunidades que o complexo oferece para o futuro. "A ideia é conseguir expôr tudo de bom que vai surgir por ali, não só as indústrias que estão se instalando, mas a metamorfose que está ocorrendo na região, com novas escolas e melhores opções de moradia, por exemplo", explica o gerente geral de comercialização do Diário do Nordeste, Rafael Rodrigues.
A primeira publicação, que acompanha a edição de hoje do jornal, se debruça sobre a estrutura do Cipp, atualmente com 15 empresas em operação e outras dez em fase de implantação, detalhando números do funcionamento do complexo e como isso evoluiu em um ano.
Além disso, o caderno contempla o cenário positivo para quem busca emprego, com as oportunidades de trabalho e cursos profissionalizantes para os que almejam trabalhar na região que tem potencial para ser a mais dinâmica do Estado.
Trajetória e desafios
O segundo caderno, com veiculação programada para o dia 28/05, tratará da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP), abordando a trajetória de instalação do empreendimento e as áreas que abrirão vagas de empregos.
Já o terceiro fascículo da série, que acompanhará o jornal do dia 4/6, inclui os desafios e projetos que o Cipp deve encarar e desenvolver, nos próximos anos, e como isso afetará a economia do Estado e a qualidade de vida dos cearenses que são influenciados pelo equipamento.
Conteúdo extra

O projeto da série, que tem o conceito "O Pecém já faz parte da sua vida como você nem imagina", conta ainda com conteúdo extra no hotsite www.diariodonordeste.com.br/elosdopecem, com vídeos e outras notícias do complexo.

Fonte: Jornal Diário do Nordeste

Maio mais

Registramos no mês de maio a maior frequência até então de 2014, superando a máxima de 150 pessoas/dia.

As atividades são variadas, trabalhos de disciplina do período, projeto integrado, pesquisa, apresentações, etc., tanto individual, como em dupla e em grupo.









Entrevista de Honório Pinheiro na Revista Brasileira de Administração

A Biblioteca dispõe da assinatura da  Revista Brasileira de Administração - RBA impressa, para você ler a entrevista completa do Diretor da Faculdade CDL, Honório Pinheiro, que veiculou no número 99, março/abril de 2014,  



Abaixo, o trecho da entrevista disponibilizado no portal da Revista.

Sem tempo. Segredo é planejar. [entrevista]


Um quesito que não pode faltar é a vontade do colaborador em exercer determinada função, somado ao querer aprender sempre e, principalmente, ter pertencimento na sua atividade profissional dentro da empresa.”
O administrador Francisco Honório Pinheiro, PRESIDENTE DA FEDERAÇÃO
DAS CDL's DO CEARÁ E vice-presidente da CNDL, é exemplo de que é possível desenvolver muitas atividades com sucesso. Pelo menos é o que ele mesmo afirma. E garante: o planejamento é fundamental. “Falam que o tempo é precioso. E é mesmo. Infelizmente, ele não volta. Mas o planejamento é fundamental para nossas ações. Buscamos sempre planejar nossos projetos e o dia a dia em nossa empresa. Organizando as tarefas diárias e fazendo uma previsão futura, encontramos ‘tempo’ para gerir nosso negócio e representar as entidades das quais participamos.”
Revista Brasileira de Administração (RBA): Sabemos que o senhor construiu um grande patrimônio em sua região. Como foi essa trajetória? O senhor hoje está no ramo de supermercado, mas já atuou como executivo em outros ramos também, não é? Quais os desafios e empecilhos que enfrentou?
Francisco H. Pinheiro (FHP): Os desafios nos fortalecem com o tempo. Nascido em Solonópole, cidade fincada no Sertão Central cearense, distante 285 quilômetros de Fortaleza, eu e meu irmão Bosco Pinheiro tivemos o incentivo da família para enfrentar a cidade grande. Não foi fácil. Mas, para chegarmos ao patamar em que hoje nos encontramos, buscamos adquirir experiências profissionais em grandes empresas da capital e que eram referência no mercado. Muitas portas foram abertas e outras tivemos que transpor. Mas, graças a Deus, prevaleceram as oportunidades. Eu já passei por cargo de gerenciamento em empresa de grande porte, o que me trouxe larga experiência administrativa. Atividade profissional que só me ajudou na construção de um grande sonho, que começou a se tornar realidade com a abertura da pequena Mercearia União, fundada em 1979, por mim e por meu irmão Bosco Pinheiro, para ser administrada por nosso pai Joaquim Honório Alves. Enquanto seu Joaquim ia ganhando a simpatia dos moradores, nós continuávamos na batalha diária do nosso trabalho. Mas percebemos, que apesar do pequeno espaço para locomoção dentro da nossa mercearia, que os moradores do bairro se tornaram fregueses habituais por conta do atendimento e qualidade nos serviços. Resolvemos, então, ampliar nossa mercearia. E foi assim que tudo começou. Em um espaço modesto, mas aconchegante, consolidava-se a marca do Bom Vizinho.

O empreendedor
deve saber transpor
os obstáculos com
sabedoria, nunca
desistir de seus
planos e entender que
o ‘errar’ muitas vezes
o faz crescer.”
RBA: O que o senhor considera que o Administrador deve ter como requisitos para ser um empreendedor de sucesso? O senhor pode falar pela sua experiência, ou até por algo que o senhor ainda não tenha conseguido fazer, mas que pretende realizar...
FHP: Antes de tudo deve ter um perfil determinante em suas ações diárias, além de um olhar mais compreensivo e apurado das mudanças que ocorrerem em seu ambiente profissional. O empreendedor deve saber transpor os obstáculos com sabedoria, nunca desistir de seus planos e entender que o “errar” muitas vezes o faz crescer. O planejamento das ações é o maior êxito de um empreendedor, principalmente quando conhece o mercado em que deseja empreender.
Fonte: CRA/RBA

terça-feira, 20 de maio de 2014

Leitura recomendada por aluna leitora

A aluna Eleni da Silva Gomes, do Curso de Logística, é leitora assídua da Biblioteca, não deixando de ter sempre uma leitura em mãos. Desta vez, ela concluiu o livro "Sentinela de Pedra: a conquista do Aconcágua", de autoria do montanhista cearense Rosier Alexandre.

Eleni ficou encantada com a obra e registrou seu sentimento no trecho abaixo, que compartilhamos, fazendo um convite especial à leitura.


Uma história que prende do início ao fim. Emocionante, comovente e de um grande aprendizado. Um sonho de infância que após muitas dificuldades, muitas mesmo, se concretizou. A cada dificuldade uma lição de vida, sendo a principal "Nunca desista, aja como vencedor!" Super recomendo!
Eleni da Silva Gomes
Curso de Logística


ALEXANDRE, Rosier. Sentinela de pedra: a conquista do Aconcágua. Fortaleza: Lumiar comunicação e consultoria, 2014.


Livro disponível na Biblioteca para empréstimo


 Lançamento do livro na Fiec

Rosier Alexandre lançou no dia 20 de março seu primeiro livro, uma narrativa da sua primeira expedição à montanha gelada. No livro o autor conta como foi a experiência de escalar o Monte Aconcágua em 2004 e 2005, suas dificuldades, o desafio de ser o primeiro nordestino, ex agricultor a escalar a maior montanha da Terra fora da Ásia. 

O montanhista esteve recentemente em expedição ao Monte Everest.

Fonte: http://www.rosier.com.br/

Sumário de revista: Pequenas Empresas Grandes Negócios

Confira abaixo o sumário da última edição da Revista Veja (Edição  nº304 - maio/2014), que já se encontra disponível na Biblioteca para leitura. Escolha a matéria de sua predileção. Aguardamos sua visita! 


SUMÁRIO
NOSSAS REPORTAGENS
46 TENDÊNCIAS
 INOVAÇAO NAS RUAS
Startups brasileiras e internacionais criam soluções simples e baratas para resolver problemas comuns nas metrópoles
54 MERCADO
NEGOCIOS DA FE
O segmento religioso movimenta R$ 21 bilhões por ano. Ganhar dinheiro com os produtos e serviços ligados à fé deixou de ser tabu. Conheça as melhores oportunidades em todo o país
64 ENTREVISTA
O SEGREDO DAS BOAS NEGOCIAÇÕES
Segundo o antropólogo americano William Ury, para conseguir bons resultados é preciso dar ouvidos ao outro lado e reservar um tempo para a reflexão
68 OPORTUNIDADES
ELES ABASTECEM O MERCADO DE FRANQUIAS
Como aproveitar a expansão do setor de franchising para virar fornecedor das redes — e fazer o empreendimento crescer
74 CAPA
29 LIÇÕES ESSENCIAIS PARA SE DAR BEM NO MUNDO DOS NEGOCIOS
Abrir uma empresa que tenha vida longa e próspera requer conhecimento de áreas tão diferentes quanto finanças e redes sociais. Para ajudar na preparação, especialistas mostram quais são as soluções para os principais desafios do empreendedor
96 GESTÃO
COMO CRESCER SEM PERDER A ESSENCIA
Conheça as melhores estratégias para ganhar escala sem deixar de lado o que faz seu negócio especial
SEÇÕES
6 CARTA DO EDITOR
15 ONLINE
18 PEQUENAS EMPRESAS GRANDES IDEIAS
GRANDES IDEIAS 18 PALITINHO GOURMET
20 CAÇADORES DE OFERTAS
22 CONTATOS COLORIDOS
24 ESTÁDIO VERDE
26 FESTA LUCRATIVA
 28 ARTE AO AR LIVRE
30 MULHERES NA LIDERANÇA
32 RITMO ACELERADO
34 AMAZÔNIA SOFISTICADA
36 STARTUPS NA TEVÊ
38 DIVERSÃO INTERNACIONAL
39 NEGÓCIOS TRAÇADOS NA MATERNIDADE
42 O MÊS EM REVISTA
103 COMO FAZER
104 GESTÃO
107 LEGISLAÇÃO
109 TECNOLOGIA
122 FAÇA O QUE VOCÊ GOSTA

Biblioteca

Sumário de revista: Veja

Confira abaixo o sumário da última edição da Revista Veja (Edição  nº2373 - maio/2014), que já se encontra disponível na Biblioteca para leitura. Escolha a matéria de sua predileção. Aguardamos sua visita! 

SUMÁRIO
13 Carta ao Leitor
17 Entrevista
Zilú Camargo
24 Maílson da Nobrega
34 Leitor
42 Blogosfera Zilú: "Suportei muito em nome dessa união"
Panorama
44 Imagem da Semana
48 Datas
57 Holofote
58 Conversa com Antônio Petrin
58 Números
59 SobeDesce
60 Radar
64 Veja Essa
Brasil
68 Campanha Pesquisa mostra o pré-candidato Aécio Neves em alta
70 Eleições
O PT e o dinheiro das empresas privadas
72 STF O militante que ameaçou de morte o ministro Joaquim Barbosa
75 Petrobras Mais um diretor sob suspeita
76 Expedição VEJA Jundiaí e Joinville, as primeiras cidades
Economia
 80 Dinheiro público
O que significa o tal "orçamento impositivo"
81 Europa
Portugal começa a colher os frutos de políticas responsáveis Internacional
86 Nigéria
O sequestro de meninas por terroristas islâmicos
 Geral
83 Justiça Gilberto Carvalho e os falsos cluilombolas da Bahia
88 Gente
90 Crime
A barbárie do linchamento no litoral paulista
92 Copa
Seleção brasileira: uma escalação sem surpresas
94 Segurança: o crime cresce na rota turística do Rio
98 Vida digital O Google agora fala português
104 Sociedade As superproduções temáticas de jovens que comemoram 15 anos
108 Saúde Os cuidados que visam a minorar o sofrimento de crianças vítimas de • doenças graves
112 Gustavo loschpe Guia
116 Finanças Aplicativos úteis para o controle de despesas
118 Dicas para organizar o orçamento doméstico Artes & Espetáculos
120 Especial Por que os livros do americano John Green atraem a geração conectada
126 A importância das obras de ficção para o desenvolvimento intelectual
132 Veja Recomenda
133 Os livros mais vendidos
134 Roberto Pompeu de Toledo 

Biblioteca

Sumários de revista: VendaMais

Confira abaixo o sumário da última edição da Revista Venda Mais (Edição nº241 - maio/2014), que já se encontra disponível na Biblioteca para leitura. Escolha a matéria de sua predileção. Aguardamos sua visita! 

SUMÁRIO
06 EDITORIAL
10 prioridades dos líderes de equipes comerciais de Alta Performance
09 RESERVADO PARA VOCÊ
O que os leitores dizem sobre a Venda-Mais
10 ENTRE NÓS
Onde estivemos, novidades e lançamentos
12 ON-LINE
 Ideias e iniciativas criativas
14 MANUAL DO VENDEDOR
Dicas rápidas para você vender mais
16 ENTREVISTA
O superlíder Edson Brasil fala dos desafios e do sucesso de gerir a mudança de cultura em uma companhia
20 PLANEJAMENTO
Devemos tratar todos os clientes da mesma forma?
22 SUPERVENDEDOR
Moacir Berttogtio desenvolveu um método próprio de venda e, hoje, chega a bater 122% de sua meta mensal na Gazin, empresa na qual trabalha desde 2006
24 ATITUDE
Surpreenda seu cliente!
26 PREPARAÇÃO
A arte das boas perguntas para negociar e vender mais e melhor
28 GIGANTES DAS VENDAS
Negativismo em vendas
30 EXCELÊNCIA
Você acredita em excelência?
32 DECÁLOGO
Integrar para entregar. O que você e sua empresa têm feito para agregar valor para seu cliente?
34 NO EXTERIOR
Luciano Santos quase triplicou o faturamento de uma atração turística em Londres. O que ele tem a nos ensinar?
36 CAPA
Você é um líder sabotador? Sem saber, você pode ser o maior sabotador de sua equipe. O líder deve ser um facilitador, e não um inibidor de desempenho.
46 GESTÃO
Faça sua parte e não a do outro
48 OPINIÃO
Sabotagens da vida real
51 SUCESSO EM VENDAS
Mudando de receptivo para um vendedor ativo
52 RECRUTAMENTO & SELEÇÃO
40 Perguntas poderosas para o Recrutamento de Vendedores
60 CARREIRA
Crônica do sucesso anunciado
62 GESTÃO EM VENDAS
O alto custo do desalinhamento
64 PERFORMANCE
A diferença entre bons vendedores e super-vendedores
66 ATÉMAIS
10 passos para começar na próxima semana
67 RALPH MARSTON
Pare um pouco para reparar, considerar, compreender e apreciar as pessoas à sua volta

Biblioteca 

sexta-feira, 16 de maio de 2014

Varejo do CE cresce 7% no trimestre; País 2,1%



SEGUNDO IBGE

16.05.2014

Ceará foi um dos quatro estados a apresentar resultados positivos na comparação de março em 2014 e 2013

Image-0-Artigo-1613869-1
A atividade varejista no setor de Móveis e Eletrodomésticos cresceu 14,4% em março, evidenciando a maior procura por TVs no pré Copa

FOTO: ALEX COSTA

O volume de vendas do comércio varejista ampliado no Ceará cresceu 0,2% em março e 7,0% no acumulado do ano - índices superiores aos nacionais, que foram, na mesma ordem, -1,2% e 2,1%. Contudo, observa-se uma queda relevante no cenário do varejo cearense se compararmos o índice de março às variações do mês de janeiro (7,0%) e fevereiro (14,6%). Os indicadores são da Pesquisa Mensal do Comércio, divulgada ontem, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em análise por atividade varejista, nota-se que a desaceleração aconteceu, principalmente, pela variação negativa no segmento de veículos e motos, partes e peças (-10,8%). O setor de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos também mostrou queda, menos acentuada, de 3,6%. Já o de hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, apresentou um tímido crescimento de 0,2%.

Veículos em baixa

Um dos setores mais abalados pelo cenário econômico em todo Brasil, com altos estoques e ameaça de demissões, foi a indústria automotiva, com queda de 16%, nas vendas do varejo ampliado em março, na comparação com 2013. A retração é associada ao menor crédito disponível, o que, segundo analistas, pode pressionar o governo a rever o ciclo de alta de juros.

Este é o pior resultado do setor desde novembro de 2008, em plena crise financeira mundial, que restringiu o acesso ao crédito em todo mundo. Na época, a redução no consumo de veículos chegou a 20,3%, e levou o governo a criar o incentivo fiscal às montadoras. O IPI, entretanto, começou a ser reduzido gradualmente, em janeiro e deverá ser retirado completamente em 2017.

"Os estoques de janeiro e parcialmente em fevereiro ainda eram vendidos com tarifas de IPI mais baixas. Esses estoques não compõem mais uma parcela relevante das vendas nas concessionárias, que já começa a ver a reposição do IPI na questão dos veículos", avalia a pesquisadora do IBGE, Aleciana Gusmão.

Efeito Copa

Fernando Ponte, presidente da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores do Ceará (Fenabrave - CE), também acredita que o recuo na venda de veículos no Ceará, em março último, tenha tido forte influência das expectativas dos consumidores quanto à Copa.

Ele explica que a retração dos bancos, somada às maiores possibilidades de gastar a renda pessoal (com viagens durante os feriados do Mundial, ingressos para os jogos, compra de televisores), pode ter resultado em uma mudança de prioridades, já que o evento mudou a dinâmica do comércio de maneira geral. Além disso, o mês março teve menos dias úteis por conta dos feriados de Carnaval, Dia de São José e Dia da Abolição a Escravatura no Ceará, o que afetou o desempenho de alguns setores.

"Agora no mês de maio, já estamos com 1.933 (veículos) vendidos, contra 2.201 em abril. Isso representa uma queda de 12%. Em Recife, por exemplo, o comércio está fechando as portas. Recebi há pouco informações de um concessionário de lá, estão com expectativa negativa, a polícia em greve. E a gente se pergunta se isso vai chegar aqui. (...) O pessoal está com receio, eu acredito que depois da Copa, a coisa volte a normalidade", analisa Ponte. Ele espera que o feirão que será realizado neste fim de semana, seja um alento, com promoções e taxas mais convidativas para os clientes.

Boca do jacaré

Segundo o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Fortaleza, Francisco Freitas Cordeiro, quando se expande a pesquisa do comércio para o "grande varejo", que inclui o setor de veículos, motos, partes e peças e o de materiais de construção, perde-se um pouco da força de resultados que tem eventos como o Fortaleza Liquida.

"Essa quadra do ano é sempre a pior, historicamente. É a ressaca dos eventos de fim de ano, inadimplência, gastos escolares, o consumidor está de fato de ressaca. Então, entramos com o Fortaleza Liquida. Ele faz uma grande diferença no primeiro trimestre, mas no grande varejo ampliado, ele se perde", explica o presidente, que pontuou um faturamento superior a R$ 270 milhões na edição de 2014.

Cordeiro afirma que, dentre todos os segmentos, o dos lojistas teve sim crescimento. "É o que os economistas chamam de a 'boca do jacaré' que se abre. É o índice de emprego descendo e a linha varejo subindo. Os setores prejudicados são os da indústria, que está patinando, influenciada pelas duas vertentes: a alta do varejo e a elevada taxa de desemprego", explica.

Mais televisores

Os setores que tiveram mais destaque de crescimento no Estado em março último, foram os de equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (22,2%), móveis e eletrodomésticos (14,4%) e livros, jornais, revistas e papelaria (13,8%). Os móveis subiram 7,3% e os eletrodomésticos, 18,7%, evidenciando a maior procura por TVs no período que antecede a Copa.

"Não tenha duvidas, a venda de televisores vai crescer muito mais, à medida em que vai chegando perto dos jogos. O crescimento foi bem acentuado, o que mostra que na segmentação os resultados são muito diferentes" avalia Freitas Cordeiro

Ranking

Dentre as 27 unidades da Federação, quatro apresentaram resultados positivos na comparação entre março de 2014 e igual período de 2013, no que concerne o volume de vendas do varejo ampliado. Os destaques positivos foram: Alagoas (2,4%); Santa Catarina (0,8%); Maranhão (0,6%) e o Ceará (0,2%).

515 mil veículos financiados em abril

Em abril, o volume de veículos financiados no Brasil atingiu 515.160 unidades, entre automóveis leves, motocicletas, pesados e outros, registrando uma alta de 11% em relação ao mês anterior. As informações são do levantamento da Cetip, que opera o Sistema Nacional de Gravames (SNG), base integrada de dados, que reúne o cadastro das restrições financeiras de veículos que são utilizados como garantia em operações de crédito em todo o Brasil. Os dados contemplam as operações de crédito direto ao consumido (CDC), leasing e autofinanciamento (consórcios).

As operações de financiamento de veículos somaram R$ 13,6 bilhões em abril, um avanço de 17%, ante o mês anterior. O levantamento também verificou uma alta de 21%, no mês passado, no volume de financiamentos de veículos leves novos, em relação a março, alcançando um total de 170.060 unidades.

Leves usados

Já os financiamentos de veículos leves usados apresentaram um avanço de 8% em abril, na comparação com março, atingindo 229.829 unidades, enquanto os financiamentos de motos novas registraram um aumento de 2%, frente ao mês anterior.

Nova metodologia

É importante destacar que a partir de outubro de 2013, a Cetip adotou nova metodologia para calcular os recursos liberados para financiamentos de veículos. São consideradas apenas inclusões de gravames de automóveis leves com financiamento de até R$ 200 mil e com prazos não superiores a 120 meses. Para motocicletas, o limite é de R$ 50 mil, com prazo de 90 meses.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Veja como impulsionar a sua confiança

Você está se sentindo desmotivado e precisa de incentivos para fazer um bom trabalho? Veja como é possível impulsionar a sua confiança
 


A confiança é um fator muito importante quando o assunto é carreira

A confiança é um fator muito importante quando o assunto é carreira. Afinal, esse sentimento está diretamente ligado à sua produtividade e motivação dentro do escritório. É preciso estar sempre disposto a impulsionar a sua visão sobre si mesmo para não deixar esses níveis abaixarem. Veja como é possível fazer isso:

1. Mantenha o foco nas suas vitórias

Você sugeriu uma mudança que foi adotada no escritório? O seu chefe elogiou o seu último relatório? Existem pequenas vitórias que podem ser lembradas toda vez que você se sentir desmotivado. Mantenha o foco nelas.

2. Sempre dê o seu melhor

O seu esforço é um ótimo fator para impulsionar a sua confiança. Se você fizer as coisas da melhor forma possível, você vai sentir que está dando tudo de você para a empresa e que merece estar ali.

3. Saia da sua zona de conforto

Fazer algo que você nunca fez antes dá a certeza de que você é capaz de coisas que nunca imaginou. Saia da sua zona de conforto para adquirir novas habilidades e perder o medo do desconhecido.

Fonte: Universia Brasil

7 dicas para pessoas tímidas terem sucesso nos negócios

Gostar de falar é importante para quem quer empreender, mas introvertidos também podem ser bem-sucedidos com a própria empresa

Da Redação - 12/05/2014



A timidez também tem suas vantagens – pessoas introvertidas são ótimas ouvintes (Foto: ThinkStock)

Um dos mantras do mundo corporativo diz que "empreendedores precisam vender". E para vender, é preciso saber falar, gostar de conversar com pessoas e ser extrovertido. Certo? Sim. Mas isso não significa que pessoas tímidas não podem abrir uma empresa.

Empreendedores introvertidos tem de se esforçar um pouco mais para obter sucesso profissional. Em muitos casos, não adianta falar que alguém precisa deixar a timidez de lado – muitos simplesmente não conseguem. Mas há várias formas de atenuar a introversão.

O site da revista "Entrepreneur" listou algumas dicas para quem é tímido e tem interesse em empreender. Saiba quais são:

1) Ensaie na frente do espelho
Um empreendedor precisa de pessoas para crescer. Os contatos feitos no decorrer da vida podem trazer boas ideias e até investimentos para a sua empresa. Caso seja difícil se comunicar com pessoas em uma conversa informal ou em um pitch, pratique o que deve ser dito na frente do espelho. Fique atento à sua expressão corporal, pois não adianta ter um discurso na ponta da língua e ficar travado. Desgrude os braços do lado do corpo e veja a melhor forma de gesticular enquanto fala.
saiba mais
 
 2) Prepare algumas perguntas com antecedência
A falta de assunto pode acabar com uma conversa. Para evitar silêncios constrangedores, saia de casa com um roteiro de temas preparado. Perguntar sobre a inspiração para o negócio e a parte favorita na gestão de uma empresa para alguém são boas maneiras de manter uma conversa interessante.

3) Preze pela qualidade em vez da quantidade
Eventos de networking, em que vários empreendedores comparecem, causam frio na barriga de muita gente. Afinal, o ideal é que todo mundo se apresente e fale sobre seus negócios. Se essas reuniões são desconfortáveis para você, lembre que não é necessário sair disparando cartões de visitas e falando pelos cotovelos. Uma conversa de qualidade vale mais do que apertos de mão vazios.

4) Estabeleça metas
Antes de ir a um desses eventos, estabeleça metas. Não seja ambicioso e comece com tentar ficar pelo menos 20 minutos no local ou fazer um novo contato. Você vai se surpreender quando olhar para o relógio e perceber que o prazo foi superado e como o evento foi produtivo.

5) Peça ajuda para conhecidos
Se a timidez impede o empreendedor de se apresentar a alguém, um amigo pode ajudar. Peça para que alguém faça o contato inicial com as pessoas que podem contribuir para a sua empresa. Depois do aperto de mão, a conversa pode se desenrolar mais facilmente.
saiba mais

6) Use o LinkedIn
Quando o empreendedor vai a um evento e seu objetivo principal é se encontrar com alguém, é importante checar o perfil desse contato no LinkedIn. Na rede social, é possível saber mais sobre a trajetória profissional de quem você quer conhecer. Use as informações do perfil para formular perguntas mais específicas. Não tenha medo de mostrar que você "fuçou" o perfil da pessoa: isso demonstra que você está realmente interessado no que seu contato faz.

7) Não deixe de escutar
Pessoas tímidas não gostam de falar, mas são excelentes ouvintes. Mesmo que você queira deixar a introversão um pouco de lado, nunca relegue sua capacidade de escutar. Sabendo ouvir, você vai despertar a atenção de empreendedores que adoram falar – e que não são poucos, vale lembrar. Eles irão atrás de pessoas que prestam atenção e que tem algo a dizer em retorno.

Fonte: PEGN

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...