Biblioteca da Faculdade CDL

Biblioteca da Faculdade CDL

O Blog da Biblioteca da Faculdade CDL é um espaço destinado à comunicação da Biblioteca com os alunos e professores, onde é possível fazer postagens e comentários relativos a assuntos que envolvam, de alguma forma, a Biblioteca e o ambiente acadêmico em geral. O objetivo do blog é informar, registrar momentos e incentivar o gosto pela leitura e pela escrita.

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Movimento acentuado na última semana de fevereiro

Muita concentração nas leituras da última semana de fevereiro. Registramos durante o mês frequência de 846 alunos na Biblioteca e 1.540 empréstimos de publicações.









Biblioteca

Colação 2014.2



Cerimônia de Colação de Grau 2014.2 da Faculdade CDL, na noite de 26.02.2015

Composição da mesa: Prof. Dr. Fernando Menezes Xavier (Coordenador Acadêmico da Faculdade CDL), Dr. Freitas Cordeiro (Presidente da FCDL), Dr. Jackson Sampaio (Reitor da Uece), Dr. Honório Pinheiro (Presidente da CNDL e Diretor Geral da Faculdade CDL), Severino Ramalho Neto (Presidente da CDL de Fortaleza) e Prof. Dr. Vladimir Spinelli Chagas (Diretor do Cesa-Uece).


O destaque aos números da Faculdade CDL, conquistados ao longos dos anos, na fala do Prof. Fernando Xavier.


O discurso da aluna Michele e Silva, representando o corpo discente.


O juramento, na voz da aluna Francisca Seli de Sousa


Acompanhamento do juramento pelos outros alunos. 


O discurso do Prof. Randal Glauber, representando o corpo docente. 


A entrega de uma bolsa de estudos para curso de Pós-gradação na Faculdade CDL, pela Coordenadora Meirijane González, ao leitor mais assíduo da Biblioteca: Francisco dos Santos Nascimento.


A entrega de uma bolsa de estudos para curso de Pós-gradação na Faculdade CDL, pela Coordenadora Marília Marinho, à aluna com maior média global: Alice Costa Aguilar.


O discurso do Diretor Geral da Faculdade CDL, ressaltando a contribuição dos novos profissionais ao comércio varejista.


O discurso do Presidente da CDL de Fortaleza, dando ênfase ao suporte da Faculdade às ações junto ao Comércio: Fortaleza Liquida e CDL Móvel.


O discurso do Reitor da Uece, destacando a parceria da Universidade Estadual com a Faculdade CDL.


O encerramento da cerimônia, pelo Diretor Geral da Faculdade CDL.


E a alegria dos formados!



Biblioteca


terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Visita da turma de Gestão Comercial 2015.1 - noite


Os alunos do turno da noite, da Turma de Gestão Comercial 2015.1, visitaram a Biblioteca na segunda-feira 23/02, para elaborar trabalho de interpretação de texto, da disciplina de Português e Redação, ministrada pela Professora Sany Rios.

 




Biblioteca


Sumário de revista: Tecnologística



Confira abaixo o sumário da última edição da Revista Tecnologística (Fevereiro 2015, ano XX, Nº 231), que já se encontra disponível na Biblioteca para leitura. Escolha a matéria de sua predileção. Aguardamos sua visita!

SUMÁRIO

06 MERCADO
Siga todas as novidades do mercado brasileiro de logística nesta seção

29 CROSS-DOCKING
Acompanhe o vai e vem dos profissionais no nosso movimentado setor de logística

30 ENTREVISTA
O diretor-presidente da TNT Brasil conta como foi a reviravolta da empresa, que estava prestes a ser vendida ou fechada e recuperou seu prestígio e seus bons resultados

36 AUTOMAÇÃO
Com a automação implantada em suas operações, a distribuidora de videogames NC Games eliminou erros de separação e melhorou seus controles, com um aumento de 200% da produtividade

42 ESPECIAL PORTOS SECOS E CLIAS
Setor de recintos alfandegados de zona secundária ainda sofre com as indefinições jurídicas e de legislação, e continua dividido sobre a melhor forma de concessão das unidades. Mesmo assim, segue investindo em tecnologia e ampliação de serviços

50 ESPECIAL PORTOS SECOS E CLIAS
Tabela traz os principais players do segmento e mostra a estrutura e os serviços oferecidos

56 ESTOCAGEM
Fabricante de autopeças BorgWarner aplica conceitos lean em sua fábrica e obtém redução significativa de estoque de três de seus componentes de maior volume, projeto que lhe valeu um prêmio concedido pela Fiat

62 ILOS
Artigo de Monica Barros aborda os problemas de infraestrutura na América Latina, como congestionamento de portos, falta de capacidade ferroviária e estradas ruins, além da dificuldade de trânsito de mercadorias entre os países da região que, com isso, tem custos elevados e perde produtividade

68 LIVROS
Nesta edição, destaque para a quinta edição do livro "Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos/Logística Empresarial", de Ronald H. Bailou — um dos principais nomes da logística mundial —, e "Introdução à Logística Portuária e Noções de Comércio Exterior", de autoria de Pablo Rojas

70 PRODUTOS
Conheça os principais lançamentos de produtos, sistemas e serviços voltados à logística

73 AGENDA

Confira os mais importantes cursos, seminários, MBAs e demais eventos nacionais e internacionais do setor de logística em nossa agenda

Sumário de revista: Você s/a



Confira abaixo o sumário da última edição da Revista Você s/a (Fevereiro 2015, edição 200), que já se encontra disponível na Biblioteca para leitura. Escolha a matéria de sua predileção. Aguardamos sua visita!

SUMÁRIO

6 PARA VOCÊ
Sua carreira é a nossa

8 CARTAS
Elogios e críticas dos leitores

10 ONLINE
Confira as novidades do site

AGORA
11 NOTAS
A ex-modelo Vera Kopp lança o site inCast, com o objetivo de ajudar profissionais que atuam no mundo da moda e do entretenimento a encontrar trabalho no Brasil

16 COMO DAR CONTA DE TODAS AS TAREFAS
Em um ano em que a cobrança por eficiência vai aumentar, investir na organização é a única saída real para cumprir seus objetivos

CARREIRA
24 ENFRENTE SEUS MEDOS
Temores são naturais, mas eles não podem se tornar um empecilho para o profissional

30 SETE ESTILOS DE DECISÃO
Jeff Shinabarger mapeou os perfis de comportamento que as pessoas mais adotam na hora de escolher um caminho

34 FALTA DE SINTONIA
Estratégias para o gestor contornar as diferenças sem comprometer o resultado do time

37 CHEFIA COMPARTILHADA
Responder a mais de um gestor pode gerar conflitos difíceis. Aprenda a lidar com os problemas e a conquistar a confiança de vários líderes

TRAJETÓRIAS
41 HISTÓRIA INSPIRADORA
Depois de escapar de um atentado, o executivo Fabio Toledo decidiu mudar de rumo e ensinar empreendedorismo

43 DECISÃO DIFÍCIL
Como Rodrigo Canelhas deixou um bom salário para abrir a filial brasileira de uma empresa pouco conhecida

44 RETRATO DE CARREIRA
O paulistano Márcio Rodrigues driblou as dificuldades para trilhar uma respeitada carreira internacional

ESPECIAL EDIÇÃO 200
46 LIÇÕES DE CARREIRA QUE DURAM PARA SEMPRE
Confira uma seleção de frases das principais autoridades do Brasil e do mundo quando o assunto é vida profissional

MERCADO
54 COMO MUDAR DE EMPREGO EM 2015
A maioria dos brasileiros tem planos de buscar um novo trabalho neste ano. Cumprir esse objetivo será uma tarefa complicada, mas não impossível,

60 LÍDER NOVO NA BRF
Saiba quem é Pedro Faria, novo presidente global da fabricante de alimentos, e qual será sua marca na gestão de uma das maio-res empregas do país

62 LIÇÕES DOS CONCURSEIROS
Cerca de 215 000 vagas serão abertas neste ano via concursos públicos. Conheça as estratégias de seis candidatos aprovados

66 CINCO RAZÕES PARA TRABALHAR EM EMPRESA PEQUENA
Em 2015, os pequenos negócios devem ser os responsáveis pela maior parte das oportunidades

69 ROTA DE FUGA
Veja as opções de emprego para quem trabalha em mercados com previsão de baixo desempenho

DINHEIRO
70 VAI FICAR MAIS DIFÍCIL
Saiba quais de seus planos financeiros estão prejudicados, quais as melhores alternativas e até como tirar vantagem do atual cenário econômico

74 EXPLORE OS BENEFÍCIOS
Seguros e cartões de crédito oferecem serviços e descontos que pouca gente aproveita. Saiba como usá-los e reduzir os gastos com imprevistos

ARTIGOS
82 A opinião nas empresas
Por Rafael Alcadipani

83 Finanças sustentáveis
Por Samy Dana

84 A ética de evoluir
Por Célia Leão

85 O renascimento coletivo
Por Gil Giardelli

86 Fair play nas empresas

Por Eugênio Mussak

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Ceará registra quinto maior crescimento





SETOR DE SERVIÇOS 21/02/2015


O setor de serviços no estado cresceu 8% em 2014, índice alcançado principalmente pela alimentação fora de casa e hospedagem. Média brasileira foi de 6%, a menor desde 2012

Flávia Oliveira

EVILÁZIO BEZERRA
O setor de alimentação em restaurantes, bares e barracas de praia está entre o que mais cresceu no Estado


Responsável por 73,1% da economia cearense, o setor de serviços do estado encerrou o ano com crescimento de 8%, a segunda maior taxa nominal (sem considerar a inflação do período). Entre os nove Estados da Região Nordeste, o Ceará está atrás da Paraíba (8,8%) e acima da média do País, que foi de 6%, a menor taxa para o indicador desde o início da série histórica, em 2012. Em 2013, a expansão nacional havia sido de 8,5%. Os dados são da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em dezembro, os serviços no Ceará cresceram 11,6% em relação ao mesmo período de 2013. No ranking dos estados, o Ceará obteve o segundo melhor desempenho do Brasil, atrás da Bahia, com 17,4%, e bem acima da média brasileira, com 4,2%.

A maior taxa de crescimento tanto no Ceará quanto na média brasileira foi registrada nos serviços prestados às famílias, como alojamento e alimentação, com alta de 22,3% e 9,2%, respectivamente.

“A alimentação em restaurantes, bares e barracas de praia estão nesta categoria. Ela representa entre 30% a 40% do gasto do cearense, o qual cada vez tem menos tempo e condições de fazer refeições em casa”, destaca Ivan Assunção, diretor da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Ceará (Abrasel-CE).

Ivan lembra que o bom desempenho deveu-se aos grandes eventos que a cidade abrigou no ano passado, como a Copa do Mundo. “A média histórica do Ceará é de crescimento entre 10% a 15%. Em 2013 o índice caiu, assim como no ano passado. Para 2015, estamos apostando nos cerca de 14 feriados nacionais para aumentar o fluxo de turistas na Capital”, complementa.

A única retração no Ceará foi nos serviços de informação e comunicação (-0,8%). Na média nacional, o setor obteve crescimento de 3,4%, metade do verificado em 2013. “Os consumidores destes serviços são principalmente as empresas e o próprio governo”, explica Juliana Paiva Vasconcelos, gerente de análise do IBGE.

Varejo

De acordo com Severino Ramalho Neto, presidente da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL-Fortaleza), o crescimento do varejo cearense em 2014 também foi acima da média nacional, e a previsão é de que os resultados melhores a partir de março. “Crescemos 5,6%, enquanto o varejo nacional alcançou 2,2%. Devemos ter queda em fevereiro, por causa do Carnaval, mas a previsão é de recuperação a partir de março”, afirma.

Para Alex Araújo, economista da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará (Fecomércio-CE), os resultados divulgados na pesquisa do IBGE precisam ser analisados como um recorte da Região Metropolitana de Fortaleza e não para o estado como um todo. “Não há desenvolvimento uniforme nos demais municípios, apesar do setor ser a matriz econômica do estado, principalmente com os serviços à família”, pontua.

SERVIÇO

Pesquisa Mensal de Serviços

Onde: Site do IBGE (www.ibge.gov.br)

Fonte: O POVO

Empreendedor de sucesso


CAUTELA É A MAIOR ARMA DO EMPREENDEDOR DE SUCESSO

ESTUDO DEFENDE QUE BEM-SUCEDIDOS VENCEM JUSTAMENTE PELO MEDO DE PERDER AQUILO DE QUE ESTÃO ABRINDO MÃO

O negócio é planejar bem o próximo passo... (Foto: Thinkstock)
Matéria publicada originalmente na edição de novembro de Época NEGÓCIOS

O empreendedor de sucesso ousa correr riscos, assume posturas audaciosas e não hesita diante de dificuldades, certo? Nem tanto, segundo conclusões de um estudo conjunto dos professores John Morgan, da Universidade da Califórnia em Berkeley, e Dana Sisak, da Universidade Erasmus de Roterdã.  Embora iniciar um negócio sempre inclua uma margem de risco, os pesquisadores constataram que os empreendedores muitas vezes se dão bem justamente pelo medo de perder aquilo de que estão abrindo mão (como um emprego sólido em uma grande corporação), desenvolvendo a aversão a perdas e não o culto ao risco.
A ameaça de perder ganhos de salário e posições de prestígio profissional – o que se chama de “ponto de referência” – faz com que os candidatos a empreendedor se dediquem com muito mais afinco à nova atividade. Segundo os autores, os novos empreendedores se mostram mais preocupados em evitar perdas que em obter mais ganhos.
Os resultados da pesquisa, publicada no site da Haas School of Business, de Berkeley, podem ajudar os empreendedores a entender melhor suas motivações psicológicas, para tomar decisões mais equilibradas e evitar cair na frequente armadilha de assumir mais riscos quando sentem que os resultados de sua startup não cumprem as expectativas. Uma das conclusões do estudo é ser cauteloso diante dessas dificuldades, pois dobrar as apostas pode ser ainda pior.

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

De lavador de pratos a dono de 180 franquias

O paquistanês Aslam Khan conta a sua trajetória dentro de uma rede de fast-food americana

Por Mariana Iwakura, de Las Vegas - 18/02/2015

O empreendedor Aslam Khan (Foto: Mariana Iwakura)
O empreendedor Aslam Khan (Foto: Mariana Iwakura)

Quando chegou aos Estados Unidos, em 1987, o paquistanês Aslam Khan, então com 31 anos, queria conquistar uma vida melhor do que a tinha no seu país natal. Ele não conhecia ninguém e, com pouca educação formal, conseguiu emprego como lavador de pratos em uma lanchonete de frango frito, a Church’s Chicken. Obstinado e atencioso, ele foi promovido a caixa, chefe de turno, gerente-geral e diretor de marketing.

A experiência construída no ramo levou a um convite: havia um conjunto de cem unidades franqueadas da marca que estavam à beira da falência. Os donos, um grupo de investidores, chamaram Khan para recuperar as lojas. “Eu era a pessoa que tinha o conhecimento certo para a função”, disse o empreendedor a Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

Em 1999, o paquistanês tornou-se empreendedor. Ele não possuía o capital para tanto, mas, com a injeção de US$ 8 milhões de um fundo de private equity, adquiriu  a holding que controlava as cem franquias da Church’s Chicken. Aos poucos, ele organizou as finanças das empresas. “Eu sou bom em fazer o trabalho sujo”, afirma.

Apesar do talento para limpar os números do negócio, seu maior trunfo, diz, são as pessoas. Khan não paga salários mais altos, mas dá aos gerentes bônus por bons resultados. Esses prêmios são pagos uma vez por mês, diferentemente das outras empresas do ramo, que costumam dar esses incentivos anualmente.

Com essa estratégia – e também o foco em excelência nos processos –, o empreendedor cresceu e adquiriu outras unidades. Hoje, são cerca de 180, em diversas regiões dos Estados Unidos, que ele comanda do seu escritório em Dallas, no Texas. Ontem (17/2), Khan recebeu o prêmio de Empreendedor do Ano pela International Franchise Association.

Sobre o que ele aprendeu nesses anos de esforço, ele valoriza a manutenção das raízes. “Devemos ser genuínos sempre. Eu não me esqueço de que fui muito pobre”, diz Khan. No processo de valorização das pessoas, ele admite exagerar. “Eu não desisto de ninguém, e às vezes tolero alguém por mais tempo do que deveria antes de demiti-lo”, afirma.

Sua perseverança, é claro, está ligada à sua trajetória de imigrante pobre a dono de 180 franquias da mesma marca que o contratou como lavador de pratos 28 anos atrás. “Insisto nas pessoas porque sei que ninguém quer fracassar.”

Fonte: PEGN 

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Cenários do Varejo 2015




Fortaleza Liquida 2015





PROMOÇÃO 19/02/2015
Fortaleza Liquida começa dia 7


O comércio lojista de Fortaleza vai oferecer descontos que vão de 10% a 70% durante o Fortaleza Liquida, que será realizado de 7 a 15 de março. A promoção está na sexta edição e terá a adesão de 4 mil lojas na capital. Os shoppings também aderiram ao movimento.

A expectativa da Câmara dos Dirigentes Lojistas de Fortaleza (CDL) é alcançar um total de R$ 300 milhões em vendas, superando os R$ 270 milhões do ano passado.

O presidente da CDL de Fortaleza, Severino Neto, disse que a expectativa é de que todos os números do ano passado sejam superados nesta edição.

Ele destacou que a promoção é uma oportunidade de os lojistas eliminarem seus estoques e incrementarem as vendas. “O consumidor não é besta. Se não fizer uma boa oferta, não vai comprar”, destacou.

SERVIÇO

6ª edição Fortaleza Liquida
Quando: 7 a 15 de março de 2015

Fonte: O POVO

Começando o semestre...


Leitura de jornal e revista, busca pelos livros e até uma partida de xadrez, o semestre está só começando...




 




Biblioteca

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2015

Exemplos de inovação no Ceará






PESQUISA 13/02/2015

Sistema de governança, desenvolvido no Instituto Atlântico, pretende auxiliar gestores no tratamento de pacientes. Na UFC, equipe trabalha em projeto para a telefonia móvel 5G



Teresa Fernandes
teresafernandes@opovo.com.br

Átila Varela
atilasantos@opovo.com.br


DIVULGAÇÃO


Instituto Atlântico faz demonstração do raio-x digital



Inovação requer persistência. No Ceará, há gente que aliou esse ingrediente a boas ideias. É o caso da equipe responsável por um sistema para profissionais e gestores da saúde, conhecido como “Governança Inteligente de Sistemas de Saúde”.

Desenvolvido pelo Instituto Atlântico, em Tauá, com financiamento não-reembolsável da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), o valor do projeto é de R$ 8,01 milhões. A previsão é de que seja concluído nos próximos dois anos. “O mecanismo vai buscar dados em diversos bancos e sistemas da saúde e através do próprio paciente e transformar esses dados em informações”, ressaltou o gerente comercial do Instituto Atlântico, Francisco Siqueira.

O sistema poderá coletar informações para gestores e secretários. “Vai ajudar o gestor de saúde, um secretário a tomar uma decisão em um nível sistêmico. Pode detectar uma sinalização de uma endemia ou epidemia cruzando dados.”

Ele explicou que os pacientes poderão receber informações por SMS de que é necessário tomar alguma medicação. Médicos e enfermeiros também poderão tomar decisões de tratamento dos pacientes.

O projeto vai desenvolver um modelo de gerenciamento de dados nas unidades de saúde. Fornecerá inteligência de governança na tomada de decisões relacionada aos domínios do Sistema, otimizando a rede ligada ao sistema de saúde municipal.

O Instituto também está desenvolvendo o raio-x digital odontológico em parceria com a Universidade de São Paulo (USP). A tecnologia, que já existe na Alemanha e nos Estados Unidos, é pioneira no País. Foram investidos R$ 5,5 milhões para pesquisa e desenvolvimento com recursos não-reembolsáveis do Fundo Tecnológico do BNDES (Funtec) e com contrapartida da empresa Gnatus.

TelefoniaNa Universidade Federal do Ceará (UFC), também há exemplos de inovação. A instituição teve uma pesquisa incluída no projeto internacional Metis 2020, destinado ao desenvolvimento de mecanismos para telefonia móvel 5G.

O trabalho feito na Universidade apresenta uma tecnologia conhecida como D2D (Device-to-Device) para comunicações diretas entre dispositivos móveis. O mecanismo permite que o usuário fale, envie fotos e mensagens a outro smartphone sem que o tráfego de dados tenha de ser roteado por uma torre de transmissão.

Em vez de rotear os dados através da torre, existirá somente um mecanismo de controle de tráfego. A tecnologia visa aumentar a eficiência e capacidade das futuras redes de comunicação”, afirma o professor Tarcísio Maciel professor do Grupo de Pesquisa em Telecomunicações sem Fio (GTEL) da UFC. Segundo Maciel, as comunicações D2D podem interessar às empresas de Telecomunicações, já que as próximas gerações de dispositivos móveis deverão incorporar o recurso

Fonte: O Povo

Sumário de revista: Harvard Business Review



Confira abaixo o sumário da última edição da Revista Harvard Business Review (Janeiro 2015), que já se encontra disponível na Biblioteca para leitura. Escolha a matéria de sua predileção. Aguardamos sua visita!

Conteúdo

31
FOCO: SOFT SKILLS QUE NÃO SE PODE NEGLIGENCIAR

32 LIDERANÇA
O paradoxo da autenticidade
Por que se sentir um líder falso pode, na verdade, ser sinal de crescimento.
Herminia Ibarra

42 GESTÃO PESSOAL
A arte de dar e receber conselhos
As pessoas normalmente se concentram no conteúdo do conselho, mas devem prestar a mesma atenção no processo.
David A. Garvin e
Joshua D. Margolis

56 CARREIRA
Saiba como convencer o chefe
Como vender suas ideias até o topo da cadeia de comando.
Susan J. Ashford e James Detert

66
MARKETING
Por que as identidades sociais de seus clientes são importantes
O comportamento dos consumidores é profundamente influenciado pelos grupos com os quais eles se identificam.
Guy Champniss, Hugh N. Wilson
e Emma K. Macdonald

76
GOVERNANÇA
Onde os conselhos deixam a desejar
Pesquisa revela que na maioria das empresas os diretores não entendem a estratégia, nem como o valor é criado, muito menos a dinâmica da indústria.
Dominic Barton e Mark Wiseman

14 Carta ao leitor
24 Campo de visão
30 Humor estratégico

RADAR
17 MARKETING
Aumentando a demanda na "economia da experiência"
Organizações sem fins lucrativos podem obter grandes ganhos com a ciência de marketing, como mostra a experiência de um aquário. MAIS Como a ajuda governamental impulsiona o empreendedorismo, o lado negativo dos descontos, e mais.

22 DEFENDA SEU ESTUDO
Ratos podem ser mais espertos que pessoas
Em um novo estudo, ratos superaram humanos em algumas tarefas de aprendizado.

26 COMO EU FIZ
CEO da Intuit diz como construir uma empresa movida pelo design
"Facilidade de uso" não é suficiente para fazer o cliente recomendar produtos, descobriu a Intuit. Estes também precisam causar "deleite".
Brad Smith

EXPERIÊNCIA
86 ESTUDO DE CASO
Você deve vender aquele produto?
Série de livros para o adulto jovem sobre um gangster pode transmitir uma mensagem errada para público-alvo.Gregory Fairchil


O cérebro mais complexo não é necessariamente o melhor. página 22

Sumário de revista: SuperHiper



Confira abaixo o sumário da última edição da Revista SuperHiper (Janeiro 2015, ano 41, Nº 463), que já se encontra disponível na Biblioteca para leitura. Escolha a matéria de sua predileção. Aguardamos sua visita!


Sumário

32 O advento das tecnologias móveis, como smartphones e tablets, está trazendo novas possibilidades ao autosserviço brasileiro, seja para vender, gerir o seu negócio ou oferecer uma melhor experiência de compra ao cliente. Prepare-se, pois, de acordo com os especialistas, este é um caminho sem volta. Confira nesta reportagem exemplos do que está à disposição do setor
••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
Especial Acre                                                                           12
Repleto de histórias e particularidades, o Acre possui um varejo local forte e um mercado consumidor que reserva boas oportunidades, tanto que já conta com a presença de importantes multinacionais do setor. A reportagem de SuperHiper visitou o estado para retratar como anda e como opera o autosserviço acreano
••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
Sustentabilidade                                                                      24
Alguns estados brasileiros já sediaram o curso de Boas Práticas em Refrigeração Comercial, fruto de um acordo entre o Ministério do Meio Ambiente e a Abras. Os cursos são gratuitos e têm como objetivo capacitar milhares de técnicos de manutenção quanto ao correto manuseio e redução do consumo do gás HCFC-22
••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
Estratégia                                                                                 52
Na hora de reformar a sua loja, busque por materiais e tecnologias que estejam alinhados às novas demandas e necessidades do mercado. Todo investimento neste sentido deve ser bem planejado para melhorar a eficiência operacional e financeira da loja. Confira as dicas
••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••••
Segmento                                                                                  60
O Brasil é um dos países mais aquecidos e promissores quando o assunto é o cuidado para os cabelos, tanto que possui o segundo maior mercado do mundo. E diante de um número cada vez maior de xampus, condicionadores e cremes, é importante saber como organizar a gôndola e o que manter nela

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

As dez lições de Sam Walton

Samuel Moore Walton (Sam Walton) foi o fundador da maior rede de varejo do mundo, a Wal-Mart, e de outra também entre as maiores, o Sam's Club. Ele é o patriarca da Família Walton, a família mais rica do mundo. Morreu aos 74 anos, mas antes deixou alguns ensinamentos para nós sobre empreender.

A matéria é de Marcelo Nakagawa, professor de Empreendedorismo do Insper, membro do Conselho da Artemísia Negócios Sociais e da Anjos do Brasil, mentor da Endeavor e autor de livros sobre empreendedorismo e inovação.


Horácio Neto
Estagiário da Biblioteca

Quem sonhou grande antes do sonho grande

As dez lições de Sam Walton, o empresário que inspirou Jorge Paulo Lemann

Por Marcelo Nakagawa - 08/01/2015

O que torna alguém grandioso é a sua humildade em reconhecer que o seu sucesso foi construído a partir de outras pessoas. “Se vi mais longe, foi por estar de pé sobre ombros de gigantes’, disse certa vez Isaac Newton a respeito das suas descobertas. E se atualmente milhares de brasileiros buscam inspiração nos aprendizados do sonho grande de Jorge Paulo Lemann, Beto Sicupira e Marcel Telles, é porque eles também estiveram nos ombros de gigantes. E reconhecem isso.

No prefácio da edição brasileira do livro Sam Walton: Made in America (Campus, 1993), eles contam como conheceram a pessoa mais rica do mundo na época. O trio, que tinha comprado as Lojas Americanas, enviou cartas a todos os grandes varejistas do mundo, pedindo para visitá-los. Sam Walton foi um dos poucos que responderam. No dia combinado, foi buscá-los no pequeno aeroporto de Bentonville, no estado do Arkansas, onde fica a sede da Walmart. Os brasileiros ficaram impressionados: a pessoa mais rica do mundo não só tinha ido buscá-los pessoalmente, mas em seu próprio carro, uma pick-up velha, levando consigo seu cachorro. Quando foram recebidos em sua casa, descobriram que teriam que retirar os pratos do jantar e lavá-los, pois a família não tinha empregados.

As lições que achavam que teriam com o gigante do varejo mundial começaram aí. Por mais que a Walmart receba críticas atualmente, a trajetória de Sam Walton é curso obrigatório para qualquer empreendedor que sonhe grande. Afinal, ele soube construir a maior empresa do mundo a partir de um capital inicial emprestado pelo sogro, e cresceu inicialmente em cidades pequenas, onde nenhuma das grandes do setor tinha interesse em atuar.

Mais tarde, seus 10 mandamentos seriam seguidos por diversos empreendedores ao redor do mundo, inclusive os nossos, que tornaram seus sonhos grandes realidades. Desta forma, se ainda sonha grande, vale a pena refletir sobre alguns ensinamentos de Walton.

1. Comprometa-se com seu negócio Acredite nele mais do que qualquer outra pessoa. Se amar o que faz, fará o melhor que puder todos os dias, e logo todos ao seu redor também compartilharão da sua paixão.

2. Divida seus lucros com todos os seus associados Trate-os como parceiros. Em troca, também o tratarão da mesma forma e, juntos, atingirão resultados muito além das suas expectativas.

3. Inspire seus parceiros Dinheiro e participação não são suficientes. Estabeleça grandes objetivos, encoraje a competição interna e mensure. Faça apostas atreladas a recompensas malucas.

4. Comunique tudo o que puder para os seus associados Quanto mais souberem, mais compreenderão. E, quanto mais entenderem, mas se preocuparão. Uma vez que eles passem a se preocupar com a empresa, nada os deterá. O ganho que você tem empoderando seus associados é maior do que o risco desta informação chegar aos seus competidores.

5. Aprecie qualquer coisa que os seus associados façam Nada pode substituir palavras de estímulo sinceras, bem escolhidas e no momento correto. Elas não custam nada, mas valem uma fortuna.

6. Celebre os sucessos e aja com humor nos fracassos Não se leve tão a sério. Relaxe e todos ficarão mais tranquilos. Divirta-se e sempre mostre entusiasmo.

7. Ouça todos na sua empresa Descubra formas de mantê-los falando. As pessoas na linha de frente, que, de fato, falam com os clientes, são as que realmente conhecem o que está acontecendo. É melhor descobrir o que eles sabem.

8. Exceda a expectativa dos consumidores Se fizer isto, voltarão. Ofereça o que querem e um pouco mais. Faça com que saibam que se preocupa com eles. Faça o correto quando errar: não dê desculpas, peça desculpas. Seja responsável por tudo o que faz. Satisfação garantida fará toda a diferença.

9. Controle seus gastos melhor do que a concorrência Essa será sempre a sua vantagem. Se tiver uma operação eficiente, poderá cometer muitos erros e ainda assim se recuperar. Mas, se tiver uma operação ineficiente, poderá ser brilhante e ainda falir.

10. Nade contra a correnteza Vá para o outro lado. Ignore a sabedoria convencional. Se todos estão indo na mesma direção, há uma boa chance de encontrar seu nicho fazendo justamente o oposto.

E ainda resta o mandamento pessoal de Sam Walton, quase que totalmente esquecido atualmente: “Se quer um negócio de sucesso, seu pessoal deve entender que você trabalha para eles, e não que eles estão trabalhando para você”. Muitos podem acreditar que as regras de Walton não passam de um sonho. Mas os que sonham grande acordam todos os dias e botam pra fazer!

Fonte: PEGN

Varejo do Ceará lidera alta nas vendas do NE






DESEMPENHO EM 2014

12.02.2015

As vendas do setor local cresceram 5,6% no ano passado, de acordo com o IBGE. No País, a alta foi de 2,2% no período

Image-0-Artigo-1797116-1






No que se refere à receita nominal, o comércio varejista cearense registrou crescimento de 11,1%, enquanto o País evoluiu 8,5%, no acumulado do ano
FOTO: HELOSA ARAÚJO


O Ceará fechou 2014 com uma variação de 5,6%, no volume de vendas do comércio varejista. O crescimento foi o maior verificado na região Nordeste. No Brasil, a alta foi de 2,2%, segundo dados divulgados ontem (11), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), por meio da Pesquisa Mensal di Comércio (PMC).

O Maranhão (5,5%) aparece na segunda posição do ranking de estados do Nordeste, com maior variação nas vendas varejistas em 2014. Em terceiro lugar, vem Alagoas, com 4,5% de crescimento nas vendas no acumulado de 2014.

Embora tenha registrado um resultado positivo no acumulado do ano, o Ceará teve forte queda em dezembro, na comparação com o mês imediatamente anterior. Enquanto o Estado retraiu 5,1%, o País recuou 2,6% no último mês do ano, primeiro resultado negativo após quatro meses consecutivos de crescimento. Em relação ao igual mês do ano anterior, Ceará e Brasil recuaram 1,3% e 0,3% respectivamente.

Combustíveis e lubrificantes (9,8%); tecidos, vestuário e calçados (8,8%); móveis (7,8%); e eletrodomésticos (5,8%) estão entre as atividades com maiores variações no volume de vendas no Estado. Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo apresentaram alta de 2,3%. Livros e papelaria registraram queda de 8,4%, a única atividade com variação negativa no Estado.

Compras antecipadas

A realização da Black Friday em novembro pode ter resultado em uma antecipação de compras dos consumidores para o Natal, o que teria prejudicado o resultado do varejo no último mês de 2014. A avaliação é de Juliana Vasconcellos, gerente da Coordenação de Serviços e Comércio do IBGE.

"Algumas atividades que não apresentavam crescimento no ano até novembro, no mês apresentaram crescimento muito acima da média dos outros meses de novembro. Por ter tido um movimento de promoção muito grande em novembro, a gente acredita que isso tenha afetado essas compras junto com a antecipação do décimo terceiro das famílias, com reflexo em dezembro", contou Juliana.

Varejo ampliado

Em relação ao ano anterior, o volume de vendas no varejo ampliado teve variação de 4%, no Ceará, e de -1,7% no Brasil, em 2014. Em dezembro, enquanto o Estado fechou o mês com pequena alta de 0,6%, em comparação com o igual período do ano anterior, o País apresentou queda de 2,2%.

Receita nominal

No que se refere à receita nominal, o comércio varejista cearense registrou crescimento de 11,1%, enquanto o País evoluiu 8,5%, no acumulado do ano. Já no varejo ampliado, o Ceará aumentou 8,9% e o país obteve 3,9%, de expansão na receita.

Perspectiva

A situação do comércio varejista do país deverá repetir, em 2015, o fraco desempenho de 2014, quando as vendas do setor ficaram em apenas 2,2%, o pior resultado desde 2003. A expectativa é da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e de Turismo (CNC), baseada na PMC. Segundo a CNC, o desempenho será consequência de um "mercado de trabalho fraco, em decorrência de reajustes nos preços administrados e da tendência de encarecimento do crédito ao longo de 2015".

Para a confederação, essa conjunção de fatores impedirá a recuperação das vendas, que deverão fechar 2015 com crescimento de 1,7%, ainda menor que o do ano passado. Para a Divisão Econômica da CNC, o resultado das vendas em 2014 - o pior em 11 anos - é consequência do encarecimento do crédito ao longo do ano e do reajuste dos preços administrados a partir do quarto trimestre, uma vez que os preços no varejo cresceram menos no ano passado (6,1%) do que em 2013 (7,3%)".

Opinião do especialista

Desempenho positivo já era esperado

Com os números que estávamos acompanhando nos últimos meses, já sabíamos que haveria um crescimento nas vendas do varejo, no Estado, no ano passado. Também já prevíamos que seria maior que o registrado no País. Parte disso por conta dos novos empreendimentos comerciais que foram instalados em Fortaleza, como o Shopping RioMar e o Off Outlet. Além disso, a Capital também recebeu, pela primeira vez, diversas marcas de diferentes segmentos de mercado, o que contribuiu para atrair o consumidor para as compras e incrementar as vendas no ano passado.

Apesar da queda registrada em dezembro, o mês de novembro apresentou números muito bons nas vendas. Por isso, consideramos que novembro antecipou as compras de fim de ano. E por conta disso, quando somamos os dois meses, acabamos tendo um desempenho positivo.


Severino Neto
Presidente da CDL Fortaleza

Ana Beatriz Sugette
Especial para Economia

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...